Filme contará história do CBGB, berço do punk rock novaiorquino nos anos 70

17 de maio de 2011

A história da casa de shows que serviu de quartel-general para o punk rock novaiorquino nos anos 70 vai chegar às telas de cinema. Um filme sobre o CBGB e seu dono, Hilly Crystal, está em fase inicial de produção e deve começar a ser rodado no final de setembro. O CBGB foi fundado para hospedar artistas de country, bluesgrass e blues, mas que acabou se tornando o berço do punk rock e da música de vanguarda em Nova York nos anos 1970.

O nome completo do bar, CBGB OMFUG, significava "Country Bluegrass Blues and Other Music For Uplifting Gormandizers", onde "gormandizers" seriam pessoas com "apetite voraz por música".

Kristal, que morreu em 2007 aos 75 anos, foi gerente de um clube de jazz e chegou a organizar um festival no Central Park, antes de abrir o bar que o tornaria famoso. O filme contará a história dele e do CBGB, focando nos anos entre 1974 e 1976, quando precursores do punk rock e da new wave, como os Ramones, Television, Talking Heads e Patti Smith, iniciaram suas carreiras por lá. Vários artistas serão entrevistados e os produtores esperam que a relação fraternal que Kristal tinha com muitos deles ajude a garantir os direitos das músicas apresentadas.

A questão dos direitos autorais, aliás, teve importância central na forma como ele decidia as bandas que tocariam no CBGB. A mudança em relação ao estilo definido pelo dono do bar foi possível porque só havia uma regra para tocar lá: as canções deveriam ser originais. Kristal proibia a apresentação de bandas cover para não ter de pagar as taxas da Ascap, o Ecad norte-americano.

O filme será produzido por Brad Rosenberger, Randall Miller, Jody Savin e por Lisa Kristal Burgman, filha de Hilly, segundo informações do Hollywood Reporter . Miller e Savin estão escrevendo o roteiro e Savin será a diretora. Ela escreveu, em 1989, o roteiro do documentário "Chico Mendes: Voice of the Amazon", sobre o ambientalista brasileiro.
O CBGB fechou em 2006, após anos de luta de Kristal contra dívidas e o aumento do custo do aluguel em Nova York.

1 comentários:

A wild Garden disse...

Eu me lembro de um protesto para que o bar não fechasse. Mas nada dura para sempre. Toda a nossa cultura atual, inclusive a fashion (pasme) deve muito ao CBGB e ao pioneirismo de Joey Ramone.

Postar um comentário

 
Vírus Rock | by TNB ©2010